SEO: link building natural e não natural

Criei vergonha na cara e dei uma lida no novo guia do Google para webmasters que tenham algum interesse em SEO. Confesso que não houve muitas mudanças em relação ao ultimo lançado, a não ser a parte que fala de mobile SEO…. As técnicas de SEO continuam as mesmas: Title e Meta Tags, Urls amigáveis, links em textos (anchor texts), Alt Tags e Imagens e assim por diante. Mas mesmo assim, se você for um iniciante do SEO é bom ler porque tem as diretrizes básicas.

Mas ao mesmo tempo eu li um post que critica bastante o algoritimo e os fatores de rankeamento do Google. Naquele post, o autor fala que apesar de o Google só falar das boas práticas de SEO, este buscador está dando muita importância aos links que apontam para um site, o que tem fomentado (incentivado para os leigos=P) a indústria de compra e geração não natural de links.

Links naturais e não naturais

Não quero dizer aqui que a construção de links não seja uma das mais importantes partes de um bom projeto de SEO, ou marketing na internet, porque você tem que fazer seu site ser conhecido na internet para só então começar a ganhar relevância. Trazendo pros dias atuais, não adianta você ser um candidato limpo, com boas idéias e programa de governo se você não tece uma teia de relações e acordos políticos ou mantém uma boa base de eleitores se quer ser eleito. Você tem que ir para a luta e conseguir seus votos (links =)).

O problema está justamente aí… o Google não tem o lema “Don´t be evil”? Esta é a contradição.. Hoje em dia, dependendo do mercado em que você está e do desenvolvimento do seu mercado, não basta você ter um site bem feito, com conteúdo voltado pro usuário, relevante e interessante, uma estrutura de navegação clara e consistente para ter um bom desempenho nos resultados de busca. Com o desenvolvimento do mercado, muitas empresas e sites nasceram para ficar gerando links de uma forma não natural para o site.

Esses links não naturais são gerados a partir do desenvolvimento e submissão de textos e press releases em diretórios que quase não tem importância que não seja a geração de links. Também ficam postando em diversos blogs, através de ferramentas automáticas comentários, sem nexo com o conteúdo e por aí vai. Quem que tenha um blog nunca recebeu um spam em seus comentários? Ou se eu assinasse um comentário como “Profissional de SEO” ao invés de simplesmente “Marcos Alonso”.

Com toda certeza, existem empresas que desenvolvem técnicas corretas para uma geração não natural de links, mas de uma maneira “ética”, quando o foco é o tal do “engajamento” do usuário.

Mas, assim como na política, os fins acabam por justificar os meios. O que não deveria ser, já que um dos princípios deste e de outros buscadores é justamente melhorar a qualidade dos resultados de buscas, o que acaba prejudicando os sites que não tem tanta verba para gastar com Link Building.. por conseqüência acaba atrapalhando a qualidade da navegação do usuário.

E aí, o que você acha disso?

Publicado em Marketing Digital Blog
2 comentários sobre “SEO: link building natural e não natural
  1. luiz almeida disse:

    Acabei de ver a entrevista do Todd Malicoat (http://www.stuntdubl.com/about-stuntdubl-todd-malicoat/) em que ele fala que todos os links, são pagos… ele me convenceu que é verdade!
    O tempo gasto para desenvolver um conteúdo ou contratar um redator, desenvolver um software para gerar tráfego tem um custo, por isso todos os links são pagos.
    E aí na onda da metáfora, eu acho que você comprar um espaço para o seu link ou oferecer algo em troca do link é só mais uma “mala preta” para conseguir atingir seu objetivo e aí o resultado final justifica os meios…
    Bom, eu não tenho grana e muito menos tempo de negociar links, mas se tivesse, comprava um macaco e arranjava uma verba absurda para conseguir links!

    A lei de quem tem mais dinheiro ainda prevalece… infelizmente!

    • Marcos Alonso disse:

      é meu.. na verdade é assim mesmo, se formos pensar nos custos e tal. Mas é que existem maneiras mais trabalhosas (também mais caras) de se fazer o link building. O problema é quando comecam a gerar links de uma maneira bem tosca e rápida (pra isso contratam indianos, nao macacos =P). O ponto é que no final o Google acaba dando o mesmo valor pra um e pra outro.. por exemplo esses que vc deve estar penando pra conseguir pros teus clientes. E aí ainda vem o cliente achando q isso é facil.. isso sucks

1 Pings/Trackbacks para "SEO: link building natural e não natural"
  1. […] This post was mentioned on Twitter by Rosângela Martins and fernando nascii, _polyana. _polyana said: link building natural e não natural http://bit.ly/bUmp4D via @alo_alonso […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Captcha *