Resultados do Google: mudanças de novembro de 2010

Muita gente deve ter percebido grandes mudanças que ocorreram nos resultados naturais de busca do Google agora no final de outubro e começo de novembro:

– o Google local search, que comentei no post anterior, onde colocaram um mapa e sites que tenham sido cadastrados no Google Maps;

– a aparição do Google Preview, que é a possibilidade de o usuário ver a página já na página de resultados ao clicar na lupa que aparece loco depois do link, por exemplo:

Página de resultados com o Google Preview

Página de resultados com o Google Preview: à esquerdaé mostrada a "foto" da página que o usuário vai visitar

Esta última é bastante interessante e é uma tendência que já vinha sendo apresentada anteriormente em outros buscadores ou na busca por imagens.

Outra mudança muito (ou mais) importante no Google:

Porém, uma coisa que percebi nestas diversas análises e busca incessante por novidades no dia a dia do profissional do SEO (=P), é que além de escolher a Description Tag a ser apresentado de acordo ao conteúdo da página, agora a Title Tag já não é mais necessariamente o link que vai ser colocado para o usuário clicar nos resultados de busca organica.

Agora, o algorítimo do Google (não sei ainda se os outros buscadores fazem a mesma coisa) também escolhe a seu bel-prazer qual vai ser o link apresentado. As próximas imagens mostram dois resultados de busca para duas palavras-chave bastante semelhantes que apresentam exatamente a mesma página, mas links diferentes:

Página de resultados do Google "normal"

Página de resultados do Google "normal", quando é apresentado a Title Tag como link

Novo resultado apresentado

Agora, o Google escolhe qual vai ser o link baseado no conteúdo da página, principalmente os headers

O lance é que, aparentemente Headers da página (as tags <h1>, <h2>, etc) porque elas estão mais relacionadas à busca do usuário do que a própria Title Tag. Mostra também que continua, mais válida do que nunca, a premissa de que o “conteúdo é rei” e que o mesmo deve ser produzido com foco no usuário.. no fundo é também mais um incentivo para os webmasters/seo/designers e todo o povo envolvido no processo de desenvolvimento dos sites passar a utilizar esta técnica que favorece a usabilidade e a acessibilidade nos sites.

Fora que também mostra que a profissão de SEO ainda está bem longe de morrer… ou vcs viram novidades tão fortes no Social Media? =P

Atualização 10/03/2011: hj rolou uma discussão da Poly com o Fabio Ricotta sobre este tema e vim dar uma olhada neste post e.. vi que errei na hora de postar as imagens – elas estão completamente iguais. O problema é q não tenho as imagens que usei neste post com o posicionamento de paginas e, além de já termos feito uma serie de alterações no site e o comportamento mudar no dia a dia, já fizemos um monte de coisa no site usado como exemplo. Pra ajudar, aparentemente isto foi descontinuado, porque não consegui obter o mesmo comportamento em buscas que fiz e por isso não vou conseguir provar essa opinião.

Ps2: fica a outra dica de sempre descrever muito bem o que aparece na imagem, pois se o usuário não consegue vela, ele não vai compreender a idéia inteira.

Ps3: #fail master =/

Publicado em Análise de resultados na Web, Técnicas de SEO
0 comentários sobre “Resultados do Google: mudanças de novembro de 2010
3 Pings/Trackbacks para "Resultados do Google: mudanças de novembro de 2010"
  1. […] This post was mentioned on Twitter by Marcos Alonso, Marcos Alonso. Marcos Alonso said: vc ficou sabendo das ultimas mudancas no Google? http://www.curacautin.com.br/blog/2010/11/16/resultados-google-mudancas/ […]

  2. […] Outros ← Resultados do Google: mudanças de novembro de 2010 […]

  3. […] maneira fácil de definir a Description Tag, o que fazia com que o próprio buscador definisse o snippet da página no resultado orgânico. O ideal é você definir um próprio, para que ele seja chamativo e faça o usuário tomar a […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Captcha *