Taxa de Click Through e o posicionamento orgânico

Muita gente deve ter lido por aí noticias em blogs de SEO de que a taxa de Click Through ia começar a pesar no posicionamento nos resultados organicos de busca, mas não sei bem se alguém aí conseguiu observar isso.

Pois bem, no site que eu trabalho, observamos uma outra mudança nos resultados de busca: uma página que considerávamos muito importante para determinada palavra-chave (a home) perdeu de uma hora para outra o bom posicionamento que tinha.. antes ela estava na primeira página e derrepente sumiu.

O Google colocou uma outra página em seu lugar .. ainda está na segunda página, mas é muito provável que comece a recuperar posições.

Pois bem, fomos investigar a razão de isso ter acontecido e uma das idéias foi ver no Google Webmasters Tools o que pode ter acontecido. O que vimos foi que a taxa de click que a página antiga era muito pequena para aquela consulta:

Análise de taxa de click no Google Webmasters Tools

Análise de taxa de click no Google Webmasters Tools: veja que a taxa de clicks é nula apesar da boa quantidade de impressões e bom posicionamento

Ou seja, provavelmente o Google viu que os os usuários não estão interessados nesta página quando fazem esta determinada busca e passou a apresentar outra que possa ser mais relevante, contrariando nossa estratégia de posicionamento da marca.

Conclusão

Já não adianta ficar mais batendo a cabeça descobrindo e trabalhando em cima dos diversos fatores de posicionamento e técnicas de SEO porque mesmo que você não queira, os buscadores podem escolher a página de acordo à taxa de cliques nos resultados de busca, na tentativa de apresentar o que é realmente interessante e relevante para o usuário.

Por isso, o profissional de SEO deverá, mais do que nunca, trabalhar no conteúdo do site para identificar o que o usuário que busca pela palavra-chave quer encontrar. É a velha história do “conteúdo é rei”, só que agora o “Big G” tá aplicando de verdade a regra 😉

 

Publicado em Análise de resultados na Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*